PZ Soluções Interativas | Criação de sites

Quais as tendências que são importantes se atentar em 2021?

Você está aqui:

O ano de 2020 foi bastante difícil devido à pandemia da Covid-19 e as medidas de isolamento social para contenção do vírus. No entanto, muitas transformações aplicadas aos negócios já são tendências comerciais para os próximos anos.

O próprio home office, que foi adotado por grande parte das empresas, mostrou-se eficiente para a manutenção das atividades. Dessa forma, vários empreendimentos puderam se manter em pleno funcionamento, com o auxílio das tecnologias e plataformas digitais.

Com isso, não foi incomum que várias pessoas procurassem por um notebook semi novo, justamente para adaptar suas residências ao teletrabalho.

Tendências Comerciais

Para as empresas, o home office também ajudou na redução de despesas, contribuindo para que os empresários conseguissem se manter firmes no ano de 2020, sem precisar fechar as portas.

Diante desse cenário, vale a pena conhecer quais são as tendências mais importantes para se atentar em 2021. Desse modo, quem ainda não adaptou sua rotina de trabalho, tem a oportunidade de fazê-lo da melhor maneira possível neste ano. Acompanhe a leitura!

1 – Vendas à distância

Como vimos, a pandemia exigiu a adoção do trabalho remoto, até mesmo para as empresas mais tradicionais do mercado.

Para termos uma ideia, segundo o Panorama das PMEs (pequenas e micro empresas), que analisou os impactos da Covid-19 no mercado, cerca de 76% dos empreendimentos incorporaram o home office ou tornaram as jornadas de trabalho mais flexíveis nessa fase.

Como consequência, muitos comércios passaram a vender seus produtos online. Hoje em dia, já é possível pedir facilmente um bolo de leite ninho simples no site de uma padaria, por exemplo.

Por essa razão, em 2021, as vendas à distância devem se manter firmes, sendo uma tendência que irá impactar o trabalho dos vendedores e, até mesmo, o planejamento estratégico das empresas.

Afinal de contas, a venda remota requer um novo plano de vendas, visto que os vendedores devem adaptar seus métodos de abordagem, discursos e ações para gerar valor e encantamento dos clientes.

Inclusive, o marketing digital terá um peso forte nesse processo. Assim, será preciso:

  • Investir em estratégias para atração de usuários;
  • Mostrar o grande diferencial da sua empresa no mundo online;
  • Construir iniciativas de marketing interativas;
  • Ter plataformas ou websites acessíveis aos clientes.

Outra dica é firmar parcerias com empresas de entregas para as vendas online. Durante a pandemia, os aplicativos de delivery cresceram muito, sendo uma alternativa viável para bares e restaurantes que precisaram se reinventar no contexto do isolamento.

2 – Canais omnichannel

O período de isolamento social forçou várias empresas a desenvolverem seus processos de vendas online, sem os espaços físicos. Como consequência, os próprios consumidores passaram a comprar mais pela internet.

Segundo dados do mercado, os e-commerces tiveram um crescimento de 110% em junho de 2020, em comparação com o mesmo período do ano anterior. 

Por esse motivo, proporcionar uma experiência omnichannel é fundamental para manter os clientes interessados na sua marca, além de tornar o processo de compra muito mais simples, rápido e fácil.

De maneira resumida, o omnichannel nada mais é que a integração de vários canais de comunicação da sua empresa.

Sendo assim, quando alguém entra em contato por WhatsApp perguntando sobre locação de espaço comercial, por exemplo, e volta a falar com um vendedor por e-mail, toda a conversa é feita de maneira uniforme.

Ou seja, não há uma “quebra” no diálogo, por conta da substituição da plataforma de contato. Assim, a experiência do cliente é muito mais fluida.

Importante ressaltar que, no meio digital, os consumidores têm contato com a sua empresa em diferentes canais, de acordo com os estágios no funil de vendas. Quer dizer que eles não ficam presos a uma única plataforma.

Por isso, integrar o omnichannel é uma das grandes tendências para 2021.

3 – Interações humanas

Embora o ambiente digital esteja dominando o mercado, mais do que nunca as interações humanas são essenciais. Isso porque o distanciamento exigiu que nos reconectássemos de alguma forma, já que estamos carentes de sociabilidade.

Diante disso, as pessoas não querem apenas um contato automático ou um robô passando informações sobre o serviço de envelopamento carros, por exemplo. Os clientes também desejam uma experiência personalizada e humanizada.

Desse modo, uma das tendências para o ano de 2021 é justamente o hibridismo no atendimento, alternando ora o contato com as máquinas, ora com um atendente humano.

Nesse sentido, um vendedor pode entrar em contato com um cliente por videochamada, por exemplo, ou até mesmo telefonar para um lead, perguntando a opinião dele(a) sobre algo.

O segredo está no direcionamento da abordagem. Mais do que nunca o público está em busca de algo que faça sentido e não seja massivo, como ocorre nas mídias tradicionais. Por isso, as interações humanas devem ser personalizadas para os desejos do cliente.

4 – Venda social (social selling)

A venda social, ou social selling, não é um conceito novo, mas ganhou notoriedade com o mundo pós-pandemia da Covid-19.

A estratégia consiste na construção de um relacionamento mais duradouro com o cliente, indo além da mera comercialização de produtos ou serviços. Ou seja, as pessoas compram algo pelo valor agregado, não somente pela sua utilidade.

Por exemplo, na venda de sacolas ecobag personalizadas, mais do que vender um invólucro, também se vende uma ideia de sustentabilidade e preservação da natureza.

Mas para transmitir esses valores e ter sucesso nas vendas sociais, as empresas precisam expandir o relacionamento com os clientes, algo que pode ser feito pelas redes sociais.

A primeira dica para alcançar esse vínculo é não focar apenas na venda, mas sim, oferecer conteúdos valiosos aos clientes.

Isso ajuda na construção de uma reputação favorável para a sua empresa, além de ser uma maneira de se colocar como autoridade no mercado.

Ao mesmo tempo, vale a pena usar esses canais para construir uma comunicação efetiva com o seu público. Afinal de contas, mais do que uma plataforma para exposição de materiais, as redes sociais também são usadas para aproximar o cliente da marca.

Mais uma vez, o marketing digital é um grande aliado nesse processo. Através de diversas estratégias, como a produção de conteúdo, interatividade e o marketing de relacionamento, é possível aprimorar essa aproximação com o público e contribuir com as vendas sociais.

5 – Diversas opções de pagamento

Com a transformação digital e a ampliação das vendas online, as empresas tiveram que investir em novas alternativas de pagamento.

Assim, muito além do tradicional cartão de crédito, alguns clientes preferem pagar a locação de sala comercial por hora, por exemplo, através de transferências via Pix ou boletos.

Oferecer essas novas possibilidades é algo que destaca a sua empresa da concorrência. Inclusive, vale dizer que muitas pessoas escolhem onde querem comprar justamente pela diversidade nos métodos de pagamento.

Além do mais, o cliente tem mais segurança em comprar com uma empresa moderna, com diversas opções de pagamento e garantia na compra. Isso torna o processo de vendas muito mais eficaz, sendo uma maneira de se destacar da concorrência.

6 – Contar com softwares modernos

Hoje em dia, todos os tipos de negócios podem aproveitar os benefícios da evolução tecnológica, desde empresas de instalação elétrica, até profissionais autônomos.

Por esse motivo, ter softwares modernos de CRM (Gestão de Relacionamento com o Cliente), ou somente de controle dos processos de venda, é uma forma de acompanhar as tendências comerciais para os próximos anos.

Afinal de contas, além de facilitar a gestão de várias atividades, esses programas são capazes de gerar relatórios detalhados sobre o desempenho das equipes, os resultados de cada estratégia e informações extras das campanhas de marketing.

Tendo todos esses dados em mãos, os gestores podem acompanhar como anda o trabalho dos colaboradores, mesmo à distância, além de aprimorar as iniciativas de divulgação, relacionamento e vendas, tornando todos os processos muito mais eficientes.

Não é à toa que várias empresas estão investindo na contratação de softwares, ou até mesmo na personalização de programas, de acordo com os interesses de gestão.

Conclusão

O ano de 2020 foi realmente desafiador, devido às mudanças ocasionadas pela pandemia da Covid-19, as medidas de isolamento para a contenção do vírus e toda a mudança de hábitos que o mundo teve que enfrentar.

Já era de se esperar que o setor comercial também se transformasse nesse contexto, sendo auxiliado pela tecnologia e pelas plataformas digitais.

Apesar da condição sinequanon, várias estratégias irão se manter para os próximos anos, sendo vista como tendências do mercado. Portanto, procurar por referências antes de aplicar as tendências em seu negócio pode ser de grande auxílio.

O artigo de hoje buscou trazer algumas delas, para que os empreendimentos possam se situar e aprimorar seus métodos de gestão, vendas e dinâmica no trabalho.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Serviços relacionados à

Quais as tendências que são importantes se atentar em 2021?

Mais visitados:

Tags usadas:

Quais as tendências que são importantes se atentar em 2021?

É um texto de direito reservado. Sua reprodução, parcial ou total, mesmo citando nossos links, é proibida sem a autorização do autor. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal. – Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais.