PZ Soluções Interativas | Criação de sites

Funil de vendas: 4 Dicas para desenvolver uma estratégia efetiva

Você está aqui:

O funil de vendas, ou pipeline, é uma ferramenta que ajuda as empresas a guiarem seus leads durante a jornada de compra. Ele acompanha o potencial cliente desde o momento em que ele descobre que possui uma necessidade, até a efetivação da venda.

Essa estratégia é uma das mais importantes do marketing digital, e está ligada à produção de conteúdo dentro do Inbound Marketing.

Para que uma marca potencialize seus lucros, ela deve usar o funil de vendas, uma vez que ele atua como um suporte à jornada de compras, de acordo com o perfil do público-alvo e, claro, da empresa, seus produtos e serviços.

Por meio dele, os conteúdos são trabalhados com cada lead e de acordo com a etapa de compra em que ele se localiza. Tudo isso é feito de maneira automática, potencializando as conversões de leads em clientes.

É importante entender que o comportamento do consumidor moderno mudou bastante, e que hoje em dia, as pessoas procuram entender um pouco mais sobre as suas necessidades e as soluções para ela.

Se alguém não está pronto para comprar, a marca não pode simplesmente ofertar um produto ou serviço.

Neste artigo, vamos explicar o que é funil de vendas, a importância de entender e conhecer essa estratégia, além de dar algumas dicas e falar sobre seus benefícios. Acompanhe!

O que é funil de vendas?

O funil de vendas é uma estratégia que tem como principal função auxiliar as marcas a direcionarem seus clientes durante a jornada de compra. Ela inicia-se na conscientização de um problema por parte de um lead, e se conclui na compra.

Para fazer esse percurso, empresas como uma loja de material de construção precisam investir em ações de marketing adequadas a cada etapa do processo de vendas.

Nem todos os leads que você atrair para o seu funil de vendas farão uma compra, visto que essa etapa é afunilada, restando apenas o que chamamos de leads qualificados.

Seu funcionamento acontece por meio de 3 etapas, que são topo, meio e fundo de funil. O topo diz respeito às pessoas que acabaram de descobrir uma marca, seu produto ou serviço.

No meio do funil, estão aqueles leads que já reconhecem que possuem um problema e se interessaram pelo conteúdo que você oferece, reconhecendo, também, que precisam de uma solução.

Por fim, no fundo do funil, estão os leads que consideram a compra da solução que o seu negócio oferece, e está comparando com outros do mesmo segmento.

Por que entender e conhecer essa estratégia?

É importante entender e conhecer o funil de vendas por conta de sua relevância nas estratégias de venda e produção de conteúdo de qualquer organização.

Nós sabemos que a metodologia Inbound é essencial, mas não basta apenas que você acompanhe seus clientes, tenha uma boa lista de contatos e saiba como anda o tráfego de seu site.

Tudo isso é importante, mas não é suficiente para aumentar o número de vendas. Os consumidores modernos estão cada vez mais exigentes, e se eles precisam de banner de loja, por exemplo, desejam obter inúmeros benefícios com a aquisição dele.

O melhor produto ou serviço, atendimento de qualidade e empresas que se adequam às suas necessidades são só o começo.

As empresas precisam descobrir o que leva os consumidores a optarem ou não por elas. Você sabe como seus clientes chegaram ao seu negócio? Sabe o que eles pesquisam? Tem ideia de suas dúvidas no momento da compra?

Essas respostas só serão respondidas se você dominar as melhores estratégias de marketing e vendas e usar um funil de vendas com foco em atrair e converter.

Se você quiser saber como fazer um bom pipeline para o seu negócio, acompanhe o próximo tópico.

Como elaborar um bom funil de vendas

Para criar um funil de vendas matador e que resulte em um excelente número de atrações e conversões, uma empresa de fardamento esportivo feminino ou de qualquer outro ramo, precisa investir em estratégias, como:

1. Planejar uma jornada de compra

O funil de vendas determina qual é a jornada de compra mais assertiva para os seus leads, da mesma forma que ele também deve ser adequado à sua persona.

Com base nas etapas pelas quais os clientes atuais de uma empresa de engenharia que realiza reforma loja passaram, ela consegue traçar todo o caminho, desde a descoberta até o momento da venda.

É desse modo que sua empresa consegue identificar pontos de fuga dos leads e os melhores gatilhos que podem ser utilizados para avançar dentro do funil.

2. Construir a persona

O objetivo de uma marca é entregar valor a sua persona, e este perfil de cliente ideal precisa ser elaborado antes de colocar o funil em prática.

Para criá-la, é preciso coletar as características predominantes de seu público-alvo e também de seus clientes. Dessa forma, todas as suas estratégias digitais serão direcionadas a esse perfil.

É com a persona que você consegue segmentar o seu público e atrair as pessoas realmente interessadas em seu produto ou serviço.

3. Definir as etapas de conversão

Depois que você já conheceu e definiu a jornada de compra de seus clientes e a persona, é preciso pensar um pouco além das etapas tradicionais e implementar o que chamamos de milestones.

Estes são marcos que mostram o quão maduro está o seu lead e o quanto ele já sabe sobre o produto ou serviço que você tem a oferecer.

É com os milestones que a marca sabe quando o lead avançou a etapa e, com isso, usar rapidamente suas melhores ferramentas para levá-lo ao próximo passo da jornada.

4. Automatizar o funil

Muitas estratégias de marketing digital podem ser automatizadas e, com isso, trazer um resultado ainda melhor para as empresas, como no caso de um chaveiro residencial. O mesmo ocorre no funil de vendas.

Dessa forma, a marca mantém sob controle todas as ações, como:

  • Atividades;
  • Etapas de conversão;
  • Gerenciamento de leads;
  • Produção de conteúdos.

Uma boa ferramenta para automatizar o funil é o CRM (Customer Relationship Management), que ajuda a gerenciar o relacionamento com os clientes e traz todas as informações necessárias para otimizar o processo.

Justamente com um planejamento, estruturação da estratégia e definição de etapas de conversão, jornada de compra e persona, os resultados obtidos por meio dessa ferramenta são mais consistentes e sua gestão é simplificada.

Benefícios do funil de vendas

Mais do que aumentar as vendas de uma empresa de instalação de fechadura ou do segmento vestuário, o funil de vendas é capaz de trazer muitos impactos positivos para o seu negócio.

Ele ajuda, por exemplo, a ter mais previsibilidade de resultados, uma vez que analisando o desempenho de cada etapa, é possível saber quantos leads são necessários para gerar um número determinado de clientes.

A organização também consegue ter uma boa noção se as equipes de vendas e marketing conseguirão cumprir as metas.

A produtividade igualmente aumenta, pois se uma fabricante de sacola ecologica personalizada tem um funil bem estruturado, consegue mensurar a produtividade de seus vendedores e analistas de marketing.

É dessa forma que as maiores dificuldades são identificadas e o acompanhamento dos resultados também é simplificado.

Toda a gestão também é otimizada, visto que o funil tem o objetivo de segmentar e padronizar o ciclo de vendas. Com isso, a análise de cada etapa do processo se torna mais objetiva e ágil.

O gerenciamento melhora muito a sua assertividade, estipulando objetivos que levem diretamente para o crescimento da organização, como no caso de uma fabricante de creme hidratante para o rosto.    

Essa estratégia também permite que as empresas acompanhem o status de cada venda em tempo real, o que, em outras palavras, significam as chances de que um negócio seja realmente concretizado.

É desse modo que a companhia escolhe as melhores estratégias para aumentar as oportunidades de vendas, da mesma forma que é uma maneira de encontrar novos meios de desenvolver os produtos e serviços oferecidos pela sua organização.

Isso acontece porque ao longo de cada etapa da jornada, a companhia desenvolve um relacionamento com seus clientes, que lhe fornecem informações valiosas.

Com base nesses dados, é possível melhorar os produtos e serviços oferecidos. Como resultado, há a garantia de um diferencial, bem como o oferecimento de algo a mais que a concorrência não oferece aos clientes.

Assim, é possível superar as expectativas deles, fidelizá-los e ainda aumentar consideravelmente a taxa de vendas.

Conclusão

O funil de vendas é uma estratégia essencial para qualquer tipo de negócio, que vai ajudá-lo a usar as melhores práticas para conduzir o seu lead durante todo o processo de compra.

Desde o momento em que ele chega até você até a etapa em que é convertido a cliente, ou seja, efetiva uma compra, tudo é feito de modo a nutri-lo e amadurecê-lo para esse momento.

As empresas e os clientes são beneficiados, uma vez que a marca consegue vender verdadeiras soluções enquanto os clientes têm acesso a tudo o que precisam. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Serviços relacionados à

Funil de vendas: 4 Dicas para desenvolver uma estratégia efetiva

Mais visitados:

Tags usadas:

Funil de vendas: 4 Dicas para desenvolver uma estratégia efetiva

É um texto de direito reservado. Sua reprodução, parcial ou total, mesmo citando nossos links, é proibida sem a autorização do autor. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal. – Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais.