PZ Soluções Interativas | Criação de sites

8 dicas que vão ajudar a deixar bem posicionamento o seu site

Você está aqui:

Conquistar um excelente posicionamento o seu site é um dos maiores objetivos do marketing digital. 

Afinal de contas, quando a página web tem uma boa classificação nos mecanismos de busca, especialmente o Google, o tráfego orgânico aumenta e as chances de conversão de leads (potenciais clientes) também são grandes.

Segundo um levantamento feito pelo Search Engine Journal, 60% dos cliques vão para os três primeiros resultados de pesquisa. Vale considerar que o Google é o maior buscador de todo o mundo, com mais de 100 bilhões de consultas por mês.

Pense por um instante: ao fazer pesquisar sobre impressão de cartazes grandes, onde fará a busca? Provavelmente no Google. Os demais usuários pensam da mesma forma.

Para alcançar a tão desejada classificação, é necessário empregar as técnicas de SEO (Search Engine Optimization, ou otimização para os mecanismos de busca), fazendo com que o algoritmo do Google considere a sua página como relevante ao usuário.

No artigo de hoje, acompanhe algumas dicas de SEO que vão te ajudar a melhorar o posicionamento do seu site. Continue a leitura!

1 – Produza conteúdo de qualidade

A internet modificou o comportamento dos consumidores atuais, que não estão interessados somente em uma propaganda interruptiva (como ocorre nos comerciais de televisão) sobre um determinado produto ou serviço.

Além de um banner informativo, os usuários também desejam receber informações a respeito do artigo, tendo em mãos os principais dados, características, vantagens e outras informações para averiguar se o produto realmente é a solução para a sua demanda.

Por conta disso, um dos fatores de rankeamento no Google é a oferta de conteúdo valioso para o público. Isso mostra o quanto o SEO e o marketing de conteúdo andam lado a lado.

De acordo com uma pesquisa da MarketingSherpa, um conteúdo de qualidade é capaz de aumentar em até 2000% o tráfego orgânico de um site.

Não somente para a criação em blogs, mas a própria descrição do produto é considerada um material valioso. 

Por exemplo, uma empresa de detergente pode criar ótimos textos sobre as especificações de suas mercadorias e alcançar um bom posicionamento.

O segredo é usar informações verídicas e de qualidade, sempre pensando quais são as dúvidas dos leitores e o que ele deseja saber.

2 – Não copie textos de outro site

A cópia de outros textos da internet é considerada uma prática desclassificatória pelo Google, além de se enquadrar como crime de plágio.

O seu conteúdo pode até ser inspirado em outras fontes e página web, mas é importante manter a originalidade do texto, evitando repetições e cópias de frases, parágrafos e trechos (pequenos ou grandes).

De fato, os mecanismos de busca não perdoam o plágio. Sendo assim, ao invés de contribuir com o posicionamento do seu site, a cópia prejudica a classificação e, até mesmo, a reputação da empresa na internet.

3 – Faça uso de palavras-chave

As palavras-chave são o coração das estratégias de SEO. De forma simples, elas consistem nos termos mais pesquisados pelos usuários no Google, que, ao serem aplicados no conteúdo de uma página, ajudam na classificação.

Por exemplo, a palavra-chave “serviço de limpeza para eventos” pode ser usada em um blog post de uma empresa terceirizada em atividades de segurança e limpeza. 

Dessa forma, o conteúdo produzido é orientado pelo termo em questão (sempre lembrando da originalidade e qualidade do material).

Um mesmo conteúdo pode usar mais de uma palavra-chave. No entanto, é importante fazer uma pesquisa prévia sobre os termos, verificando quais deles têm mais relevância para o Google e são populares nas pesquisas dos usuários.

Atualmente, há cinco tipos principais de palavras-chave:

  • Palavras-chave de cabeçalho: com um ou dois termos;
  • Palavras-chave com cauda longa: com três termos ou frases;
  • Palavras-chave de navegação: nomes de marcas ou sites;
  • Palavras-chave de informação: similares à perguntas;
  • Palavras-chave transacionais: quando os usuários querem comprar algo.

O ideal é usar palavras-chave do mesmo nicho de atuação. Por exemplo, uma empresa de segurança para festas pode usar alguns termos, como: “segurança de festas”, “segurança de festas preço”, “curso de segurança de festas”, etc.

Para ajudar nessa busca, há algumas ferramentas do próprio Google como o Search Console e o Keyword Planner.

4 – Tenha um blog corporativo

O blog é uma excelente alternativa para quem deseja obter reconhecimento e melhorar a classificação no Google. Por meio da plataforma, é possível compartilhar diversos tipos de conteúdos, incluindo artigos, fotos, infográficos, vídeos, entre outros.

As empresas que usam estratégia de blog têm 434% a mais de páginas indexadas, em comparação com sites que não possuem a ferramenta.

O ideal é que o blog apareça como uma parte do site institucional. Por exemplo, uma empresa de segurança bancária pode ter uma sessão na página identificada como “blog”, ou “notícias”, etc, usada especificamente para o compartilhamento de conteúdo.

Além de melhorar a classificação, os blogs também são ótimos recursos para educar o público a respeito dos produtos ou serviços, bem como sobre o nicho de atuação do seu negócio. 

Com isso, as pessoas passam a conhecer mais a empresa, o que pode impactar positivamente nas vendas.

5 – Construa uma URL amigável

Muitos sites de hospedagem geram URLs automáticas, normalmente com números e códigos, conforme a programação. 

No entanto, esse endereço pode afetar o posicionamento no Google, já que o buscador considera os domínios amigáveis como mais relevantes para o usuário.

 

Por exemplo, imagine que um artigo sobre serviço de motofrete tem a seguinte URL: “www.suaempresa.com/servi20%aqi=1234”

Agora, para transformar o endereço em uma URL amigável, uma opção seria: “www.suaempresa.com/servico-de-motofrete”

Percebeu a diferença? No primeiro caso, o endereço está confuso, o que afeta a análise do Google para classificação, além de dificuldade a identificação do assunto pelo leitor. 

Já no segundo, a URL amigável foi criada com base no assunto tratado, com base em uma palavra-chave.

6 – Ofereça boa navegabilidade em dispositivos móveis

Os dispositivos móveis crescem em uma velocidade instantânea em todo o mundo. 

Mais da metade da população mundial tem acesso a um smartphone e, por conta disso, é necessário considerar que muitas pesquisas são oriundas dos celulares.

A relevância dos dispositivos é tamanha que, desde 2015, o Google passou a considerar a responsividade como um dos fatores de rankeamento das páginas. Portanto, os sites que ainda não eram mobile friendly ou responsivos tiveram que se adaptar.

Vale dizer que 94% de todo o tráfego de pesquisa de celulares e tablets vem do Google. Ou seja, os usuários de dispositivos móveis tem o costume de procurar por algo, com serviço de frete e transporte de pequenas cargas, diretamente no buscador.

Importante ressaltar que a construção de um site responsivo ou mobile oferece benefícios além da classificação no Google. 

Com essa tecnologia, é possível conquistar os clientes e melhorar o reconhecimento da sua empresa, já que as pessoas consideram páginas com boa navegabilidade mais confiáveis.

7 – Insira links internos e externos no seu conteúdo

Outro fator importante para o posicionamento da sua página é a estratégia de link building. De maneira geral, ela consiste na aquisição de hiperlinks para a sua página (quando um site cita o seu conteúdo) e vice-versa.

As menções poderão ser direcionadas para links internos (quando o seu website cita outros conteúdos dentro da sua própria página) ou externos (para outros sites). 

No entanto, o mais importante é considerar a experiência do usuário.

Afinal de contas, a estratégia de link building é fundamental para deixar a leitura mais dinâmica e informativa. Além disso, ela é capaz de mostrar ao Google como anda o relacionamento da sua empresa com o restante da web.

8 – Use imagens no seu conteúdo

Embora o algoritmo do Google leia majoritariamente textos e códigos, a adição de uma imagem ao seu conteúdo proporciona uma experiência de leitura mais confortável aos usuários e, como consequência, tem uma influência positiva no SEO.

Por isso, recomenda-se adicionar pelo menos uma imagem no material e, se possível, nomeá-la com o uso a palavra-chave principal. 

Dessa forma, é possível chamar a atenção do algoritmo e melhorar o posicionamento do seu site.

Conclusão

Aparecer entre os primeiros resultados de pesquisa do Google é uma ambição de grande parte das empresas que investem em marketing digital. 

Por conta disso, o SEO é praticamente indispensável para as campanhas online, já que a classificação é a grande responsável pelo aumento do tráfego orgânico e da geração de leads.

Para isso, vale a pena ficar atento aos fatores de rankeamento do Google e investir em uma produção de conteúdo valiosa. Mas lembre-se: o principal é escrever pensando no seu público, não apenas no algoritmo.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Serviços relacionados à

8 dicas que vão ajudar a deixar bem posicionamento o seu site

Tags usadas:

8 dicas que vão ajudar a deixar bem posicionamento o seu site

É um texto de direito reservado. Sua reprodução, parcial ou total, mesmo citando nossos links, é proibida sem a autorização do autor. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal. – Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais.