PZ Soluções Interativas | Criação de sites

7 vantagens que sites com blogs possuem

Você está aqui:

Foi-se o tempo em que bastava ter um site institucional no ar, hospedado para servir mais ou menos como um cartão de visitas online. Hoje é preciso inovar, como nas vantagens de blogs, nos conteúdos e até na interação.

Um termo essencial do que foi dito acima é este mesmo: conteúdo. Muitas empresas e até autônomos acabam investindo tempo ou mesmo dinheiro em seus blogs, mas o projeto não avança e depois a pessoa não sabe dizer o motivo.

Um dos principais é a falta de conhecimento a respeito do que seja o content marketing, que traduzido significa “marketing de conteúdo”. De fato, neste caso não basta conhecer uma ou outra regra prática, é preciso entender alguns conceitos abrangentes.

Até porque, o próprio marketing de conteúdo também depende da compreensão de outro fenômeno, que é o das Gerações Y e Z, compostas pelas pessoas nascidas em meados de 1980 e dos anos 2000 para cá, respectivamente.

O que há de mais marcante nelas é o acesso que ambas têm à informação e à tecnologia em geral. O impacto que isso vai ocasionar nas relações de compra e venda são evidentes, e têm tudo a ver com conteúdos e blogs.

Vantagens de blogs

Na verdade, os blogs trouxeram os primeiros indícios disso, antes mesmo da mídia social e de outras plataformas que hoje seguem a lógica deles, que é a de gerar conteúdos gratuitos que agreguem valor ao público, como modo de atraí-lo.

Dentro dessa estratégia e dessa tendência, já não adianta simplesmente “vender algo”. Antes, é preciso estabelecer uma relação/conexão com as pessoas, oferecer algo para ganhar a confiança delas e provar a autoridade da marca.

Para a surpresa de muitos, as antigas estratégias de focar em “promoções arrasadoras”, ou em diferenciais de preços e prazos, já não surtem o mesmo efeito. Então, mais do que um simples produto, serviço ou solução, o que as pessoas buscam?

A resposta pode parecer vaga demais, porém, o que elas buscam é uma filosofia por trás de cada marca. Daí que simplesmente ter um site institucional, com informações objetivas e frias sobre a empresa, já não é o suficiente.

Assim, para dominar as vantagens que um blog pode trazer à sua plataforma digital, você precisa ser capaz de traduzir sua solução numa experiência marcante. Se você quer compreender como fazer tudo isso, basta seguir adiante na leitura.

1. O inbound marketing

Antes de qualquer coisa, a principal vantagem dos blogs é a de que eles estão alinhados com o marketing de conteúdo citado acima. Na prática, isso se traduz nas estratégias do famoso inbound marketing, que faz oposição ao outbound.

Não se trata de colocar um em detrimento do outro, mas ambos são bem diferentes. Antes, uma empresa de lona de poliéster que quisesse fazer outbound, deveria anunciar seu produto no formato do que se chama “prospecção ativa”.

Ou seja, ela ia fazer o que mencionamos antes: focar em promoções arrasadoras, como preços e prazos malucos. As mídias tradicionais dessa área são os panfletos, outdoors, rádio e até a televisão.

Já no caso do inbound, que é uma das vantagens do blog, é preciso investir no que se chama “prospecção passiva”. 

Quer dizer, a marca simplesmente lança suas iscas, que são os conteúdos, e o cliente é que vem até ela, sem muito apelo comercial.

Assim, se a empresa lida com impermeabilização de piscina de concreto armado, ela escreve artigos sobre a importância dessa solução. Além disso, também pode:

  • Publicar posts nas redes;
  • Disparar newsletters;
  • Investir em e-mail marketing;
  • E-books com infográficos;
  • Vídeos explicativos;
  • Podcasts;
  • E daí em diante.

O inbound logo se tornou uma tendência, que hoje é buscada pelas maiores marcas do mundo. Como vimos, a estratégia não substitui o outbound (que pode ser feito em paralelo), mas certamente se tornou indispensável, sobretudo no médio e longo prazo.

2. A facilidade de implementação

Não é possível falar sobre blogs sem mencionar a facilidade de investir nessa estratégia. Geralmente, o marketing offline exigia altos investimentos, em alguns casos inacessíveis para muitas marcas de médio e pequeno porte.

Além disso, no marketing digital também existem estratégias que são bem mais complexas e abrangentes. Incluindo o fato de que algumas exigem conhecimentos de programação, de design e de técnicas da área.

Para criar um blog, porém, uma empresa que trabalha com forro de gesso inclinado pode simplesmente começar do absoluto zero, sem altos investimentos ou grandes conhecimentos em criação de sites.

Na verdade, existem plataformas que facilitam isso e são totalmente gratuitas. Daí que qualquer um possa implementar essa estratégia por conta, seja uma grande empresa, um profissional liberal ou mesmo um amador.

3. O baixo investimento

Ao falar em plataformas gratuitas, que é uma das grandes vantagens de iniciar um blog, é importante salientar que nem por isso a pessoa precisa deixar de fazer alguns investimentos. Especialmente alguns que são acessíveis e diferenciados.

O primeiro deles diz respeito ao texto, que é a matéria-prima de qualquer blog. Se você escreve sobre impermeabilização de laje com silicone, certamente domina o assunto e entende tudo do seu segmento.

Contudo, a informação não é tudo, afinal, escrever é diferente de falar, não é mesmo? Então, caso não tenha tanta facilidade com a escrita, considere pagar um revisor freelancer para dar uma profissionalizada no seu trabalho.

Em outros casos, é possível investir até mesmo em redatores, caso você não consiga parar pra escrever tanto quanto gostaria. Isso também garante a frequência de publicações, da qual falaremos adiante.

4. A comunicação com o público

Em tempos de marketing de conteúdo e Gerações Y e Z, nada é tão importante quanto dar voz ao seu público, deixar ele falar e se expressar o quanto quiser.

Os blogs são perfeitos para isso. Mas para tanto é preciso manter uma agenda editorial, que funciona mais ou menos como um compromisso estabelecido, seja para fazer uma postagem por semana ou uma por dia.

Assim, o público passa a contar com seus artigos. Uma dica bacana aqui é criar materiais em série, como sobre malha pop galvanizada.

Primeiro, você explica a importância das malhas, e cria um suspense para o restante do tema. Depois, em outro artigo, fala do modelo específico que é o “pop”. Uma terceira publicação pode abordar o material galvanizado, e daí em diante.

Isso demonstra que o blog, embora acessível a todos, não pode ser feito de modo espontâneo apenas. É preciso estabelecer todo um planejamento, ou a estratégia pode não trazer os melhores resultados.

5. A vantagem dos CTAs

Se o assunto é comunicação com o público, não é possível deixar de falar nos CTAs, que são os Call to Action, termo em inglês para “Chamada para Ação”.

Imagine se você escreve um artigo sobre manta asfáltica aluminizada para telhado, que é um produto técnico e nichado, mas em vez de só expor informações, interage com o público, e no final ainda puxa uma ação, como uma curtida ou compartilhada.

Essa é a alma dos CTAs, que permitem ao público participar do conteúdo e do blog juntamente com seu criador.

Pouca gente sabe, mas não foram as redes sociais que criaram essa estratégia, foram os blogs, ao irem além de um simples site institucional, criando campos de tirada de dúvidas e interação.

6. Captação de leads

Também é preciso salientar o aspecto comercial de tudo isso. Além de atender a necessidade do público de participar daquilo que consome, os CTAs têm a função de captar leads e gerar uma série de oportunidades para o site.

Os e-books referidos acima são uma excelente oportunidade para isso. Depois de escrever vários artigos sobre impermeabilizante para muro de arrimo, junte tudo em um livro eletrônico, adicione algumas novidades e oferte esse material gratuitamente.

Para fazer o download, a pessoa precisa deixar os dados para contato, gerando mais uma oportunidade para seu banco de leads.

7. Quer aparecer no Google?

Não é possível falar sobre marketing digital e deixar os grandes motores de busca de lado, não é mesmo? É só perceber a importância que hoje o Google, o Bing, o Yahoo e os demais têm na nossa rotina digital.

Pois bem, se você quer que seus artigos sobre concretagem de sapatas apareçam nas primeiras páginas dos buscadores quando alguém procurar por essa palavra-chave, você precisa escrever um blog sobre esse tema.

Pouca gente sabe, mas essas plataformas não posicionam um site em bloco, mas página por página. Assim, você pode desenvolver os temas de que mais gosta e tornar-se uma referência neles, conseguindo um bom ranqueamento.

Esta é, atualmente, uma das maiores vantagens dos blogs: a conexão direta que eles têm com os buscadores. Para isso, basta você investir em SEO, que é a otimização da página, uma estratégia também gratuita que pode trazer os melhores resultados.

Com isso, vemos como os blogs se tornaram indispensáveis para as empresas que já possuem um site no ar, e mesmo para as que ainda não possuem.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Serviços relacionados à

7 vantagens que sites com blogs possuem

Tags usadas:

7 vantagens que sites com blogs possuem

É um texto de direito reservado. Sua reprodução, parcial ou total, mesmo citando nossos links, é proibida sem a autorização do autor. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal. – Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais.