PZ Soluções Interativas | Criação de sites

5 Estratégias para vender por meio das redes sociais

Você está aqui:

Fazer compras pela internet está se tornando cada vez mais comum nos hoje em dia. Inclusive, se antes as redes sociais eram formas estritas de relacionamento e entretenimento na web, hoje passaram a ser grandes e necessárias ferramentas de venda.

No ambiente web, mais especificamente nas redes sociais, usuários podem encontrar opções, desde limpadores de carro até bolo de aniversário feminino. São inúmeras empresas, com seu próprio propósito, conceito, visão e modo de conversar com o cliente.

Não é à toa que essa vantagem de conhecer uma marca online e comprar seus produtos e serviços tem se tornado um comportamento natural dos consumidores modernos.

Redes sociais e comércios digitais

Conforme um estudo da PayPal, divulgado pelo mCommerce do Brasil, 43% dos brasileiros compraram por meio das redes sociais só no ano de 2019. Esse mesmo levantamento afirma que, no mundo, a média de compras pelas redes é de apenas 30%.

Isso mostra que estar fora das redes sociais e querer vender um produto ou serviço é algo que não combina nem um pouco. Pelo contrário, quanto mais fora das redes você estiver, mais sua marca estará sendo esquecida ou sequer reconhecida pelos internautas.

Essa certeza tende a aumentar com o passar dos anos. No ano de 2020, pudemos perceber um aumento significativo de consumo de internet e de redes sociais, que com o distanciamento social, acabaram se tornando as únicas formas de contato.

Conforme dados da Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas (ABEVD), em julho deste ano, época do auge da pandemia do Covid-19, o engajamento para vendas teve como segundo principal canal o WhatsApp, e como terceiro, as demais redes sociais.

Para além de canal de compras, o mundo digital conseguiu, nos últimos tempos, aumentar ainda mais a conexão entre cliente e consumidor, algo que se torna essencial para a criação de valor da marca e também para a fidelização.

Por exemplo, uma empresa de kimono infantil judô passou a ter cada vez mais contato com seus clientes via Instagram, e com isso, viu seus números aumentarem ainda mais, não por promoções, mas pela divulgação orgânica destes consumidores.

Em outros casos, as redes sociais acabaram trazendo novas oportunidades para quem precisou mudar de área ou de ramo dentro de um segmento específico.

Um exemplo de estratégia assertiva são de empresas de barraquinha de crepe para festa infantil ou de outros segmentos que passaram a oferecer serviços de entrega grátis de doces e bolos para moradores da mesma região de atuação, por meio das redes sociais.

De certa forma, a rede social permite, além da divulgação de um serviço, a possibilidade de mudanças que gerem oportunidades para empreendedores.

Estratégias de vendas nas redes sociais

São várias as redes sociais populares para divulgação comercial, sendo que cada uma possui um foco de público segmentado específico, uma linguagem, inúmeras funcionalidades e formas de anúncios. 

Como as principais, podemos citar:

  • Instagram;
  • Facebook;
  • Twitter;
  • LinkedIn;
  • Entre outras.

Agora que você conheceu um pouco mais sobre a importância e vantagens de estar divulgando sua empresa e vendendo seus produtos ou serviços por meio das redes sociais, você deve começar a fazer um planejamento para começar a pôr estratégias em prática:

1 – Entenda seu público

Dependendo do seu tipo de negócio, é possível que o seu público seja bem segmentado e característico, o que pode te ajudar na comunicação das vendas pelas redes.

Por exemplo, uma loja de bijuteria pretende lançar as redes sociais da marca com uma super promoção de tornozeleira dourada feminina

Como grande parte do público é feminino, maior de 30 anos e trabalha fora, é interessante que a audiência veja esses conteúdos em momentos fora do horário comercial, com uma linguagem próxima e amiga, e com uma comunicação que agrade o público feminino.

Entender seu público, o que eles desejam consumir ou não, dados que podem ser importantes para postar nas redes ou conversar com eles, são fundamentais e devem ser estudados e analisados antes de elaborar conteúdos.

2 – Crie bons conteúdos

Entenda que vender nas redes sociais não é apenas criar uma página e postar seus produtos e serviços de qualquer maneira. É preciso criar conteúdos que informem o que você quer oferecer, mas que também agreguem e forneçam informações de valor

Por exemplo, digamos que você tem uma filial de loja de joias que tem como carro-chefe a venda de anel de prata com diamante. Embora seu foco seja vender esse produto, você pode criar conteúdos que conversem com sua empresa e com o que ela oferece.

Ideias de conteúdos são:

  • Processos de criação de um anel;
  • Como limpar seu anel;
  • Depoimentos de quem possui o produto;
  • O produto sendo usado no dia a dia;
  • Dicas de como escolher um anel.

É interessante que, além de vender um produto, você construa uma unidade, um conceito por trás dessa venda, para que o consumidor na internet pare no feed e olhe para o que você está produzindo.

Lembre-se que, em qualquer rede social, você estará competindo a atenção do seu público, tanto com outras empresas quanto com pessoas do círculo social ou de entretenimento do consumidor. Por isso, produzir algo de qualidade é essencial para que você seja notado.

3 – Interaja com seus clientes

Manter uma divulgação de uma empresa na internet é como se fosse uma oportunidade de estar ao vivo com o cliente, atendendo-o da melhor maneira, com atenção e qualidade.

Se por meio das redes sociais um consumidor se interessa por informações, não apenas do seu produto, mas também da sua empresa, ou alguma outra questão que interesse a ele, seja positiva ou negativamente, você deve respondê-lo.

Se você é uma fabricante de pirulito de chocolate personalizado ou possui uma empresa de qualquer outro ramo, evite deixar clientes falando sozinhos nas redes sociais, principalmente em comentários. 

Quanto mais você dá atenção a esses potenciais compradores, mais eles se sentirão conectados com a sua marca nas redes sociais, podendo, ainda, fidelizar a relação.

4 – Implemente o social commerce

Se você anda pelo Instagram e já entrou no perfil de alguma loja, já deve ter visto essa ferramenta chamada social commerce, que é similar a uma sacola de compras.

Nada mais é do que uma possibilidade trazida pelas plataformas para facilitar a compra do consumidor, levando-o de uma publicação para a página de compra em alguns cliques.

Por exemplo, em uma foto de uma publicação no feed da marca, uma camiseta dry fit amarela recebe uma marcação, que indica o preço da roupa, o nome da peça.

Com apenas um clique, o usuário será direcionado ao site da loja para a finalização da compra, o que certamente facilita a venda.

Apesar de ser uma ferramenta recente, tem feito sucesso nos últimos tempos por parte de consumidores nas redes sociais, algo que recebeu até mesmo a atenção de plataformas como o Instagram, que priorizaram as compras em suas funções de feed.

5 – Anuncie!

No começo do seu engajamento na internet, é possível que você ainda não tenha os melhores números de visitas e seguidores, algo que pode ser frustrante inicialmente, mas deve ser entendido como parte de um processo de quem acabou de chegar.

Porém, as redes sociais permitem com que marcas façam anúncios, que são divulgações pagas de seus produtos para membros das redes sociais que tenham interesses parecidos com o que a marca se comunica e oferece como produto e serviço.

Por exemplo, uma loja de bolo para festa escolar, ao analisar e estudar seu público comprador, achou interessante fazer anúncios em determinadas áreas da cidade, com públicos que seguem uma famosa cozinheira local.

Com a estratégia, a empresa conseguiu cerca de mil novos seguidores e viu um aumento de cerca de 50 clientes em apenas um mês. Esse é só um exemplo para que você seja capaz de entender como as empresas aumentam suas receitas por meio de anúncios.

Porém, é bom lembrar que essa estratégia deve ser programada e estrategicamente realizada. Caso o contrário, você pode ter prejuízos.

Conclusão: esteja sempre online

Começar a trabalhar sua imagem e sua comunicação nas redes sociais é mais fácil do que se imagina. Isso acontece porque, pelos motivos comerciais, estar nas redes resulta em importantes significados na melhoria de um negócio, não sendo apenas uma diversão.

Além disso, é importante que, ao entrar nas redes sociais, sua marca continue produzindo e se comunicando com periodicidade. 

Caso contrário, poderá perder muitos clientes, uma vez que para eles aquela é uma ou talvez a única forma de contato com os seus serviços.

Você também pode implementar suas comunicações de venda nas redes sociais utilizando conversas de e-mail marketing. Alguns serviços na internet oferecem a integração desses canais, o que pode ser interessante para quem está começando.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Serviços relacionados à

5 Estratégias para vender por meio das redes sociais

Mais visitados:

Tags usadas:

5 Estratégias para vender por meio das redes sociais

É um texto de direito reservado. Sua reprodução, parcial ou total, mesmo citando nossos links, é proibida sem a autorização do autor. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal. – Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais.