PZ Soluções Interativas | Criação de sites

4 Dicas para aplicar um bom funil de vendas no seu site

Você está aqui:

Os e-commerces tem ganhado cada vez mais espaço no mercado, e para otimizar suas negociações pode ser fundamental a utilização de um bom funil de vendas.

O funil de vendas (ou pipeline) é uma ferramenta de análise que ajuda a compreender todas as etapas que um cliente passa para efetuar uma compra, o que é comumente chamado de “jornada de compra”.

Um cliente que queira encomendar abadá personalizado masculino passa por toda uma jornada de descoberta de necessidade do produto, até a aceitação de qual é o melhor serviço que atende aquilo que ele precisa.

O funil pode transformar completamente seu e-commerce, identificando os pontos de foco e garantindo uma maior compreensão do funcionamento do mercado a sua volta.

Como aumentar as vendas
Como aumentar as vendas

É importante entender que a compra não é um processo homogêneo. Existem diversas etapas, desde o momento em que o cliente está visitando seu estabelecimento – seja na sua loja online ou física -, até a definição de uma negociação.

Pensando nisso, se você deseja saber como funciona o pipeline para melhor aplicar no seu site, acompanhe a leitura desse artigo.

Como funciona o funil de vendas?

As etapas do funil de vendas delimitam o nível de comprometimento e maturidade que um cliente tem em relação à decisão de compra, permitindo, assim, uma melhor análise de sua estratégia de negócios, aliada ao posicionamento de sua empresa.

Vender uma cabine de estudo individual precisa de uma avaliação completa do mercado, das necessidades dos clientes e de qual é o público-alvo a ser encontrado, iniciando dessa forma o processo do funil de vendas.

Nos casos online, esse tipo de funil é muito importante para compreender o que leva as pessoas até sua loja, quais meios atraem mais a atenção do público-alvo, entre outros fatores.

Desse modo, é possível compreender como você deve agir como empresa para tornar o processo o mais agradável e o mais simples possível para o consumidor. 

O funil de vendas é composto de alguns elementos que serão analisados para alcançar o resultado pretendido, como:

  • Visitantes;
  • Leads;
  • Oportunidades;
  • Vendas;
  • Pós-Vendas.

É fundamental compreender como essas etapas são relevantes para a estrutura da análise, uma vez que cada passo é essencial para uma resposta completa à ação do pipeline.

1. Visitantes

Nesta etapa, é possível avaliar a consciência do público em relação a seu produto ou serviço.

É um momento de descoberta, uma vez que o visitante ainda não sabe a necessidade de adquirir um produto de sua empresa ou que tem um problema a ser solucionado pelos serviços que você presta.

Isso não significa que ele não tenha essas necessidades. Esse estágio simplesmente indica que estas pessoas estão chegando a seu site por motivos desconhecidos, talvez por curiosidade ou por estarem passeando pela web.

Nesse ponto, é a hora de conhecer um pouco mais sobre os potenciais clientes, educando-os com um conteúdo de qualidade para que identifiquem a necessidade de consumo. Dessa maneira, você pode transformar o visitante em um lead, segunda etapa do funil.

Um cliente pode estar escolhendo anéis para uma ocasião especial, e nesse ponto, encontrar sua loja vendendo anel diamante 2 quilates

Neste primeiro momento, mesmo que o produto desperte o interesse nele, ainda há uma longa jornada até de fato a negociação ser completada.

2. Leads

Quando um visitante compreende não só o seu conteúdo, mas a necessidade que ele próprio não sabia que tinha de adquiri-lo, é o momento em que ele se torna o lead.

Lead (ou potencial cliente) é a pessoa que já teve algum tipo de interação direta com seus materiais, cedendo algumas informações básicas em troca desse acesso.

Um lead não está necessariamente conectado a seu produto ou serviço. Ele é uma pessoa que quer identificar as possibilidades de resolução dessa nova problemática que se apresentou.

É o momento, enquanto empreendedor, de ser o mais sincero possível com o cliente. Especifique a necessidade dele e como você pode suprir, isto é, ofereça alternativas.

Nessa etapa, compreender a necessidade do cliente e mostrar que você está de fato preocupado com a solução que ele busca é mais importante que tentar “empurrar” uma venda.

Digamos que seu cliente quer começar a praticar uma atividade física. Antes de ofertar judogui azul para ele, é importante criar uma relação do consumidor com o produto.

Nesse momento, o ideal é oferecer conteúdo que mostre as vantagens de artes marciais como atividade física, seus benefícios e motivos para praticar. Assim, o cliente começará a identificar a necessidade de fazer a atividade e, por consequência, consumir o produto.

3. Oportunidades

Aqui é o momento transformador entre o visitante e o cliente. Aproveite as oportunidades para explorar o potencial de negócios do cliente.

Apresente conteúdos indicados para a solução do problema que ele apresenta, e também aproveite para inserir seu serviço ou produto como uma das opções possíveis.

Compreenda as dúvidas e questionamentos que o cliente pode vir a levantar, estreitando o relacionamento entre empresa e consumidor, criando um vínculo de confiança.

O processo de aquisição de um cliente depende diretamente de sua capacidade de conversão. Por isso, seja a empresa que o lead precisa naquele momento de necessidade.

Quando um cliente busca por uniforme auxiliar de limpeza completo, esse é o momento de demonstrar todos os benefícios que ele pode obter ao entrar em contato com sua empresa para comprar.

Uma boa janela de oportunidades se abre toda vez que você pode demonstrar os benefícios de se fazer um negócio com sua empresa.

4. Vendas

Uma vez que o lead tenha passado por todo o processo educacional de vendas, ele está qualificado como um cliente passível de fechar um negócio.

Nesse ponto, é importante que o vendedor esteja disponível para efetuar a parte mais importante do processo: a negociação.

Nessa etapa, o lead já identificou que tem um problema, que não é capaz de resolvê-lo e, caso todos os passos tenham sido efetuados corretamente, que sua empresa é uma referência neste setor.

Aqui é o ponto essencial de todo o processo. O cliente irá avaliar todas suas possibilidades, e mesmo que esteja inclinado a fechar com você, pode optar por outra alternativa se a negociação não seguir os critérios adotados até então.

Seguindo o padrão do funil de vendas, você já terá criado todo o caminho para que o vendedor assegure que a sua empresa é a melhor opção, transformando, finalmente, esse lead em cliente. Aqui é onde todos os esforços se encontram.

Um cliente que procura por camiseta dry fit atacado feminina, depois de ouvir todos os benefícios e argumentos de fechar o negócio com você, consegue concluir a operação, tornando-se finalmente um cliente, deixando para trás a alcunha de lead.

5. Pós-vendas

No mundo virtual, a competição é muito acirrada. Seu e-commerce compete diretamente com milhares de outras empresas. 

Pensando nisso, o relacionamento com o cliente não deve acabar após a venda ser concluída.

É preciso criar uma base de fidelização, clientes que retornem frequentemente, que se tornem parceiros da marca e a divulguem em suas redes de contatos profissionais, familiares e amigos.

O pós-venda garante uma segurança maior ao cliente, que se sente satisfeito de não perder o contato após efetuar a compra. Dessa forma, ele fica encorajado a consumir mais e a voltar sempre para seu negócio quando precisar de mais algum tipo de solução.

Quanto mais clientes se tornarem promotores de sua marca, mais reconhecimento ela terá no mercado, tornando-se referência na área de atuação.

Se você tem uma escola que faz aula de ballet masculino, é importante buscar o feedback do cliente, os pontos positivos e negativos da aula e o que você pode fazer como empresa para melhorar esse relacionamento.

Dessa forma, você mostra que se importa com a opinião do cliente, que se sente satisfeito para continuar retornando.

Como potencializar suas vendas?

Agora que você já compreendeu como o funil de vendas funciona, é preciso entender a melhor forma de utilizá-lo para conseguir alcançar resultados mais satisfatórios e otimizados.

Um dos primeiros elementos a serem avaliados nesta questão, de crucial importância, é entender se as estratégias de marketing empregadas na empresa realmente estão alcançando os resultados esperados.

Sua empresa está conseguindo atingir o público alvo para a ação com cortina com alça de tecido? As estratégias de marketing abordadas estão corretas? Esse tipo de análise é fundamental para verificar a eficiência de todo o plano de negócios da empresa.

Para calcular o retorno de seu investimento com marketing, é essencial compreender todos os custos envolvidos no processo de aquisição de clientes.

Como, por exemplo, os salários de sua equipe de marketing, investimentos em mídias tradicionais e digitais, ferramentas utilizadas para a análise de dados, em vista de compreender o andamento da ação, entre outros.

Por fim, busque sempre se especializar no nicho que sua empresa alcança. Esse tipo de estratégia fará você aumentar ainda mais a quantidade de pessoas impactadas por suas ações de marketing.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Serviços relacionados à

4 Dicas para aplicar um bom funil de vendas no seu site

Tags usadas:

4 Dicas para aplicar um bom funil de vendas no seu site

É um texto de direito reservado. Sua reprodução, parcial ou total, mesmo citando nossos links, é proibida sem a autorização do autor. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal. – Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais.